DIA DO TRABALHADOR : OS TRABALHADORES PODEM MAIS

 

As datas significativas para os trabalhadores geralmente não nascem de um evento feliz da história, mas representam marcos da luta por melhores condições de trabalho. Não há motivos para comemorar só a vontade de vencer .

Mas, como poderá haver festa no dia 1º de maio, se  12,7 milhões de pessoas estão desempregadas no país. Os dados foram divulgados no dia 28 de fevereiro de 2018 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa Pnad Contínua. E levam de dois a cinco anos para conquistarem um vaga de emprego.

Deputados que votaram a favor da reforma da previdência:

     

 

Sem carteira assinada

De acordo com o levantamento, a população ocupada aumentou em mais de 1,8 milhões de pessoas em relação a janeiro do ano passado, puxada pelo crescimento do trabalho informal.

“As políticas (do governo federal) ainda não foram eficientes para gerar postos com carteira de trabalho assinada. No paralelo disso, você vê a informalidade crescendo em nível recorde,” disse o coordenador do IBGE.

Ao que parece, o dia 1º de maio continuará sendo um dia de sentimentos contraditórios para os trabalhadores brasileiros. O  que resta e continuar a luta por uma vida melhor. 

 

Não se pode construir um país a partir do rebaixamento do ser humano.

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.