• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Brasileiro não consegue poupar

 

Foto: Troco Simples

 

Economizar o dinheiro a cada mês não faz parte do hábito do brasileiro. De acordo com o Índice Mensal de Reserva Financeira, em cada 10 brasileiros com renda superior a cinco salários mínimos (R$ 4.690), apenas 3 conseguiram terminar o mês de novembro de 2017 com alguma reserva do dinheiro recebido.No total, 66% da população que fazem parte das classes A e B não conseguiram economizar e guardar parte da renda mensal.

Ao considerar todas as classes sociais, a quantidade dos que conseguem guardar alguma reserva chega a ser menor. Apenas 20% dos entrevistado conseguiram encerrar o último mês de novembro com algum dinheiro guardado, contra 80% dos que não pouparam.

A média do valor poupado por quem conseguiu economizar foi de R$ 400,57. De acordo com os especialistas, a principal questão é a falta de disciplina do brasileiro em fazer um planejamento para reservar uma quantia fixa para não gastar.

Dos 20% da população que poupou algum dinheiro, apenas 5% estipulam o valor fixo de economia mensal. Já 25%, guarda o que sobra do orçamento após o pagamento de todas as contas.

A orientação é dividir o salário recebido em partes: uma para os gastos fixos obrigatórios e outra para investimentos, com objetivos futuros sobre a utilidade do valor poupado.

Entre outros dados apresentados pelo estudo estão que 34% dos poupadores reservam parte dos rendimentos para alguma eventualidade como doença ou morte na família. Para 32%, o importante é garantir o bem-estar da família no futuro, enquanto 28% dos que conseguiram guardar o salário,  pensam em utilizar a reserva para cobrir os gastos em caso de desemprego.

De acordo com a pesquisa, apenas 11% dos que economizaram, pensam na aposentadoria quando economizam, enquanto 4 em cada 10 brasileiros tiveram que sacar parte do dinheiro  que estava na reserva financeira para pagar contas da casa, imprevistos ou dívidas.

Deixe uma resposta