Organização suspeita de corrupção e falsidade ideológica no Detran é alvo de operação em Pernambuco

Policiais civis realizaram, nesta terça (26), um a operação para desarticular uma organização suspeita de irregularidades no Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Segundo a corporação, foram expedidos 16 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão. São investigados crimes de corrupção ativa e falsidade ideológica. 

Na tarde desta terça, a polícia informou que não poderia repassar mais informações sobre a Operação Inabilitados nem quantos mandados tinham sido cumpridos. A assessoria de comunicação da corporação justificou que os dados estão sob segredo de Justiça.

A polícia informou apenas que a investigação teve início em março de 2019. A ação contou com a participação de 120 pessoas, entre delegados, agentes e escrivães.

O presidente da Associação dos Servidores do Detran de Pernambuco, Fernando Coelho, informou que agentes chegaram à sede das entidade, na Iputinga, na Zona Oeste do Recife, às 5h30 desta terça.

Coelho disse, ainda, que eles cumpriram um mandado de busca e levaram dois computadores, documentos e cerca de R$ 1 mil.

Ainda segundo o presidente da associação, os advogados da entidade tentaram obter mais informações sobre as pessoas que foram presas.

“O que a gente sabe é que teriam sido presos donos de autoescolas e servidores que teriam acesso à associação. Por isso, houve o cumprimento do mandado aqui na sede”, comentou.

Coelho observou que há informações extra-oficiais de que a operação foi deflagrada por causa de irregularidades da emissão de carteiras de motorista. “Não fomos informados, de forma oficial, sobre o que aconteceu”, disse.

Por meio de nota, a Assessoria de Imprensa do Detran informou que o alvo da operação foi a sede da Associação dos Servidores.

A Assessoria informa ainda que “o órgão está à disposição das autoridades para prestar informações que se façam necessários para colaborar com o curso das investigações”.

FONTE: G1

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.