Náutico vence Cuiabá e leva vantagem para jogo da volta

Foto: Brenda Alcântara/ Folha de Pernambuco

Via Folha de Pernambuco

Experiência e juventude, a mescla que garantiu a vitória do Náutico por 2×1 diante do Cuiabá, na noite desta quarta-feira (28), na Arena de Pernambuco, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Com gols de Ortigoza e do prata da casa Tharcysio, o Timbu agora joga pelo empate no duelo da volta, no dia 14 de março, no Mato Grosso. Qualquer triunfo simples do adversário levará a decisão para as penalidades. Quem passar vai receber R$ 1,8 milhão. Triunfo suado e com recorde de público na Arena em 2018.

Depois de indicar a possibilidade de colocar Wallace Pernambucano e Ortigoza juntos no ataque, o técnico Roberto Fernandes tirou a ideia do papel e finalmente conseguiu acionar a dupla no jogo. O que também aconteceu na prática foi a presença em melhor número dos alvirrubros na Arena, após o pedido da diretoria.

Com mais gente – e barulho – nas arquibancadas, o time partiu ao ataque. Insistindo em jogadas pelo meio, o Timbu não explorou as investidas de Medina pela direita e Robinho pela esquerda. Rapidez era justamente o que o Cuiabá tinha. Dois ex-alvirrubros eram os responsáveis por ocupar os espaços nas costas dos laterais: Hiltinho e Bruno Alves.

Ter Ortigoza como referência na frente só fez o Náutico apostar ainda mais nas ligações diretas. Mais recuado e buscando jogo para tentar acelerar a partida, Wallace teve dificuldades em auxiliar na criação. A única chance de perigo dos mandantes no primeiro tempo saiu de uma roubada de bola de Negretti. O volante chutou no cantinho e acertou a trave de Victor.

Com Tharcysio na vaga de Josa, o Náutico voltou ainda mais ofensivo do intervalo. Para ajudar na pressão, o Cuiabá ainda teve um jogador expulso, Marcelo Xavier. Cenário perfeito para o Timbu sufocar os visitantes. E bastou o lance seguinte para os mandantes tirarem o zero do placar. Breno cobrou falta, a bola caiu atrás da barreira e Ortigoza pegou o rebote para fazer 1×0.

Um a mais em campo e vantagem no placar. Tudo conspirava a favor do Náutico. Até que um erro na zaga quase colocou tudo a perder. Doda aproveitou desatenção de Thiago Ennes e Bruno e empatou o jogo. O lateral-direito, porém, não demorou muito para se redimir. Em boa descida pela direita, ele cruzou para Tharcysio desviar para o gol e dar números finais ao confronto.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.