Joaquim Barbosa anuncia que não concorrerá à Presidência

Via Poder 360

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa (PSB) confirmou nesta 3ª feira (8.mai.2018) que não concorrerá à Presidência da República. Disse que a decisão é “estritamente pessoal”.

Joaquim Barbosa@joaquimboficial
 

Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal.

 
 

Em abril, o ex-ministro anunciou sua filiação ao PSB. O partido começou as discussões sobre uma possível candidatura de Barbosa ao Planalto, mas nunca chegou a oficializa-lá.

De acordo com pesquisa do DataPoder360, divisão de pesquisas do Poder360, Joaquim Barbosa pontua em 2º lugar nas intenções de voto, com 13% a 16%.

Além do bom posicionamento nas pesquisas, Barbosa está num partido com 5 governadores, que terá o maior número de eleitores “governados” durante a campanha eleitoral, cerca de 45 milhões. 

BIOGRAFIA

Ministro do Supremo de 2003 a 2014, Barbosa foi presidente da corte entre 2012 e 2014 e desempenhou papel de destaque no julgamento da Ação Penal 470, conhecida como Mensalão.

Doutor e mestre pela Universidade de Paris-II Panthéon-Assas, o ex-ministro é professor licenciado da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Em sua longa carreira pública, antes de chegar ao STF, atuou quase 20 anos como procurador do MPF (Ministério Público Federal).

Natural de Paracatu (MG), Barbosa mudou-se para Brasília nos anos 1970, concluiu os estudos secundários e ingressou no curso de Direito da Universidade de Brasília.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.