• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Estudantes do Mato Grosso apresentam dispositivo elétrico para combater o Aedes aegypt a investidores Pernambucanos

Foto: G1 Pernambuco

Via G1 Pernambuco

Cinco alunos do ensino médio do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), localizado em Diamantino, a 209 km de Cuiabá, venceram a Maratona Células Empreendedoras MT 2017, na quarta-feira (21). Eles criaram um dispositivo que permite atrair e matar mosquitos da dengue através da liberação de aminoácidos.

Os vencedores dos três primeiros lugares ganharam uma viagem para Recife, entre os dias 7 e 11 de março, para apresentar o projeto a investidores.

Orientados pelo professor de biologia do IFMT de Diamantino, Giovane Spíndola, os alunos do 2º ano do ensino médio da unidade desenvolveram o Aminotec.

O dispositivo elétrico funciona através de uma base formada por aminoácidos, que atrai e mata os mosquitos, ajudando na prevenção de doenças como a febre amarela e a dengue.

“O projeto despertou interesse de investidores fora de Mato Grosso é um dispositivo que chama muita atenção, devido ao impacto proporcionado por ele. O mosquito Aedes aegypti é um problema em todo o país”, disse Giovane.

 
Dispositivo tem placa aquecedora que libera os aminoácidos no ar e atrai os mosquitos (Foto: Divulgação)

Dispositivo tem placa aquecedora que libera os aminoácidos no ar e atrai os mosquitos (Foto: Divulgação)

Os estudantes Anna Clara Capistrano, Bianca Oliveira, Isabelly Holtman e Raphael Barroso, de 16 anos, participaram da equipe.

Anna Clara contou que a Maratona Empreendedora começou em agosto de 2017. Ao todo, foram três fases, sendo que o Aminotec conquistou o primeiro lugar em todas elas.

Como a apresentação dos projetos foi feita em Cuiabá, um ônibus dos institutos foi disponibilizado para realizar a viagem. De acordo com a Anna Clara, os pais dos alunos, que moram no interior do estado, ficaram em casa, acompanhando a transmissão do evento pelo celular.

“Em todo o processo, desde o ano passado, o principal foi o suporte dos meus pais. Eles me deram todo o apoio e ficaram muito felizes com o resultado”, contou.

Deixe uma resposta