• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Dupla acusada de matar vereador em Igarassu receberia R$ 15 mil pelo crime

 
Foto: G1 Pernambuco

Os dois homens presos por envolvimento no assassinato do vereador Luiz Cavalcanti dos Passos (Podemos), de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, receberiam R$ 15 mil pelo crime praticado nesta quarta (16). A informação foi repassada à Polícia Militar (PM) no momento da prisão da dupla, que não informou aos policiais quem seria o mandante do homicídio.

A PM recebeu a denúncia do sequestro do parlamentar na manhã desta quarta (16) e, por volta do meio-dia, os dois homens foram presos e o corpo da vítima, de 71 anos, foi encontrado. Eles foram capturados após diligências policiais que apreendido um carro de placa clonada, que, segundo testemunhas, tinha sido utilizado para sequestrar Luiz Cavalcanti em Igarassu. No interior do veículo, foi apreendido um revólver calibre 38 com três munições.

“Recebemos por WhatsApp a denúncia de que o vereador tinha sido sequestrado em Igarassu e levado para Goiana. No carro, só encontramos os dois suspeitos, sem o vereador. Eles falaram que foram contratados e iriam receber R$ 15 mil reais para a execução do vereador. Os dois já tinham passagem [no sistema prisional] por tráfico e homicídio”, afirmou a sargento Daniele Santos, uma das policiais envolvidas na operação que culminou na prisão da dupla.

O carro apreendido com a dupla passou por perícia, na tarde desta quarta (16), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, para onde também foram encaminhados os acusados.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que “um foi reconhecido por testemunhas e o segundo confessou o crime”. Eles passam por audiência de custódia na quinta (17). O inquérito sobre o caso fica a cargo da 6ª Delegacia de Homicídios.

O velório de Luiz Cavalcanti, que tinha 71 anos, teve início às 21h desta quarta (16) na Câmara Municipal de Igarassu, da qual ele já foi presidente. O enterro do vereador está previsto para começar às 11h da quinta (17) no cemitério da cidade.

Entenda o caso

Luiz Cavalcanti dos Passos foi morto com um tiro no rosto. Os dois homens foram presos por uma equipe do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati), em Goiana, às margens da rodovia PE-75. Os nomes dos acusados não foram divulgados pela Polícia Civil para não atrapalhar as investigações.

O homem que confessou o crime foi quem indicou onde estava o corpo do vereador, em uma estrada próxima ao local onde a dupla foi presa, em Igarassu. Os dois presos são egressos do sistema prisional e um deles era foragido da Justiça por ter fugido do presísio de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco.

Luto de três dias

O prefeito de Igarassu, Mario Ricardo (PTB), decretou luto oficial de três dias por causa da morte do vereador Luiz dos Passos. Confira o pronunciamento do prefeito:

“Neste triste dia e com muita dor, expresso com profundo pesar meus sentimentos e envio minha solidariedade à família e amigos do nobre vereador Luiz dos Passos que sempre esteve ao nosso lado defendendo os projetos do município. Luiz dos Passos era um dos vereadores mais antigos e queridos da política de Igarassu. Estamos abalados com tanta violência que vitimou meu amigo e companheiro de luta.”

 
 

 

Deixe uma resposta