Duas cidades pernambucanas já atingiram meta de vacinação de gripe

Abreu e Lima, na Região Metropolitana, e Salgadinho, no Agreste, já têm 91,76% e 91,29% de taxa, respectivamente. Mas há cidades que estão abaixo da média estadual, que chegou a 50% nesta segunda (06)

Duas cidades pernambucanas já conseguiram a meta preconizada pelo Ministério da Saúde (MS) para a cobertura vacinal contra Influenza: Abreu e Lima, na Região Metropolitana, e Salgadinho, no Agreste. Os municípios somavam, respectivamente, 91,76% e 91,29% de imunização das populações alvo da campanha 2019. 

Por outro lado, a cidade de Solidão, no Sertão, tinha registrado apenas 5% de vacinação até esta segunda-feira (06). O ranking é da Secretaria Estadual de Saúde (SES). De forma global, Pernambuco acumulava 1.324.279 indivíduos imunizados contra as gripes. O que representa uma taxa de 50%.

“Além de abrirmos as portas para a vacinação, nós fomos in loco, fomos nas casas dos usuários dos grupos de risco. Fizemos uma ação conjunta. E no sábado do Dia D (04) começamos a trabalhar de 8h e fomos até mais que às 17h com todas as unidades. Colocamos ainda vários pontos de apoio na feira, no comércio. Com isso, nossa meta foi alcançada”, disse a secretária de Saúde de Abreu e Lima, Sônia de Arruda. Mesmo com 91,76% dos grupos prioritários alcançados, a imunização contra Influenza segue na cidade cumprindo o calendário nacional que vai até o próximo dia 31. 

Na outra ponta, a cidade de Solidão que aparece na lanterna do ranking de imunização estaria com problemas na inserção dos dados, segundo justificou a coordenadora do Programa de Imunização local, Jamile Melo. “Estávamos com problemas para acessar o site de notificações do Ministério da Saúde, mas até esta terça-feira os números devem ser atualizados. Na verdade, estamos com quase 50% da população coberta”, afirmou. 

Além de Solidão, outras cidades que estão com a imunização abaixo da média estadual são Santa Filomena (20,19%), Machados (22,07%), São Benedito do Sul (22,47%) e Sairé (23,07%). Já os melhores resultados, depois de Abreu e Lima e Salgadinho, são de Canhotinho (79,92%), Correntes (77,68%) e Ingazeira (75,49%). 

Em relação ao balanço por grupo prioritário, os funcionários do sistema prisional assumem a dianteira com 82,84% do pessoal vacinado; na sequencia vem as puérperas (mulheres até 45 dias do parto) com 72,63%. Crianças e gestantes melhoraram o índice depois do Dia D e estão com 64,54% e 61,73%, respectivamente. Os idosos acumulam apenas 45,71%. O grupo de Policiais e Forças Armadas é o com pior desempenho até o momento. Apenas 15,75% se vacinaram. 

No Recife, 43,53% das pessoas já foram vacinadas. A Capital intensifica esta semana a imunização no expediente noturno, das 17h às 21h. Um novo calendário foi divulgado nesta segunda (06) e contemplará várias unidades de saúde de segunda a sexta-feira. Hoje, por exemplo, funcionam em 3º Turno a Policlínica Waldemar de Oliveira e Unidade de Saúde Prof. Sebastião Ivo Rabelo. O cronograma completo está no portal www.recife.pe.gov.br.

CASOS 

Até 26 de abril já foram notificados 894 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Destas 11 amostras de pacientes foram positiva, sendo uma para influenza A (H1N1), 1 Influenza A não subtipado e nove para Influenza B. Uma morte por Influenza A foi confirmada e outra segue em investigação. 

FONTE: FOLHA DE PERNAMBUCO

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.