Depois da população inaugurar, obras da ponte do Janga serão entregues nesta sexta-feira

Depois de quatro anos, as obras de requalificação e duplicação da Ponte do Janga e PE-01 serão entregues, oficialmente, nesta sexta-feira (13). A solenidade de entrega acontece às 11h, ao lado da ponte, com a presença do prefeito do Paulista, Junior Matuto, e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.
Considerada a obra de requalificação viária mais importante do Litoral Norte, a duplicação de 4,5km da PE-01 e da Ponte do Janga custou R$ 17 milhões aos cofres públicos. O valor investido foi adquirido por meio de convênio entre a gestão municipal e o Governo do Estado. A ponte ganhou nova sinalização de trânsito ao longo da rodovia, além da nova iluminação em lâmpadas de LED.

A restauração da ponte data de 2015, ano em que foi firmado um convênio entre a Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag) e a Prefeitura de Paulista. De lá para cá, por muitas vezes a obra parou. 
Em julho, o Diario esteve no local. Um outdoor no acesso à ponte, no lado de Paulista, mostrava a indignação da população com a frase: “Não dá mais para esperar”. A ponte do Janga é conhecida por, nos horários de pico, ter engarrafamentos quilométricos, provocando a irritação de quem mora no Janga ou em Rio Doce, em Olinda. Na época, a gestão municipal afirmou que a demora na conclusão da requalificação aconteceu “por conta da falta de repasse de recurso”. Já a Seplag disse que “a legislação define etapas que precisam ser cumpridas e podem extrapolar o prazo planejado, tais como: licenciamento ambiental, análise documental e de prestação de contas, realização de vistorias técnicas, processo licitatório, entre outros. Além, claro, de intercorrências na execução do serviço pela empresa contratada”.  

Histórico

As obras da ponte do Janga começaram oficialmente em janeiro de 2016, quando foi firmada a assinatura da ordem de serviço pelo prefeito Junior Matuto e o então secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Danilo Cabral. Na época, a previsão de conclusão dos serviços era de um ano. A obra teve como objetivo desafogar o trânsito do Paulista

FONTE: DP

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.