DEFESA DA MULHER: medida provisória contra funcionários de cargo comissionados a prefeitura e câmara de vereadores acusados pela lei maria da penha.

De acordo com os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativas de estrangulamento no Brasil com base nesta informação o vereador Jayme Asfora protocolou duas PL para impender que condenados em segunda instância pela Lei Maria da Penha sejam nomeados para cargos comissionados na Prefeitura e na Câmara Municipal. Comentou também que ” mesmo tendo uma das politicas mais avançadas, precisamos buscar todos os caminhos para coibir a violência doméstica. 

FONTE: JC 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.