Covid-19: mais dois pacientes do Amazonas recebem alta no Recife

Ao todo, Pernambuco recebeu 26 pessoas provenientes do estado do Norte do País

Mais dois pacientes transferidos do Amazonas para o Recife e internados no Hospital de Referência à Covid-19 – unidade Boa Viagem (antigo Alfa), na Zona Sul da Capital pernambucana, receberam alta hospitalar.

Nesta quinta-feira (4), dois homens, de 35 e 48 anos, deixaram a unidade rumo ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre para voltar para casa. 
 
Nadson Daniel Ribeiro de Oliveira e Epitácio Furtado de Brito fazem parte do grupo de 26 pacientes que foram transferidos para o Recife através de uma força-tarefa humanitária no intuito de ajudar os residentes do Amazonas. 

O grupo foi distribuído entre o Hospital de Referência à Covid-19 e o Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Entre os pacientes que foram encaminhados à unidade de Boa Viagem, cinco já receberam alta. 

Permanecem internados no serviço outros sete pacientes (cinco homens e duas mulheres), com idades entre 37 e 55 anos. Todos estão sendo monitorados em leitos de Terapia Intensiva (UTI), com suporte médico multidisciplinar. 

Durante a internação, por causa da distância dos familiares, a equipe do serviço realiza contato por chamada de vídeo ou áudio com os familiares dos pacientes para passar a evolução do quadro e diminuir o impacto emocional do isolamento. As famílias dos sete pacientes também recebem todas as informações do quadro de saúde dos amazonenses através da própria equipe do hospital.

Entre os 26 transferidos para o Recife, três não resistiram à doença. Piauí, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e Paraná são alguns dos estados que também receberam pacientes do Amazonas.

A região Norte do País, sobretudo Amazonas, Pará e Roraima, vivem situação crítica em meio à alta de casos da Covid-19. Ao todo, só do Amazonas, 506 pacientes foram transferidos para outros estados.

FONTE: FOLHA PE

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.