• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Carnaval de PE terá 27 mil policiais e aumento de 32% nas jornadas de trabalho

Foto: JC Online

Via G1 Pernamuco

O carnaval de Pernambuco em 2018 contará com um esquema de segurança com 27 mil profissionais, incluindo policiais civis, militares e científicos, além de bombeiros. Durante a festa no estado, eles vão cumprir 41.147 jornadas de trabalho, o que representa um acréscimo de 32% em relação aos dias de Momo em 2017. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) nesta quinta (1º). 

De acordo com a pasta, seguindo mesma a lógica do ano passado, um mesmo policial pode trabalhar em vários expedientes durante o carnaval. O efetivo inicia o trabalho no Sábado de Zé Pereira (10) e segue até a Quarta-feira de Cinzas (14). Desse total, 2,7 mil profissionais foram integrados à equipe após o reforço no policiamento de Pernambuco, anunciado em 2017.

Somente no Galo da Madrugada, vão atuar 5.047 policiais e bombeiros militares. Segundo a SDS, esse número representa um aumento de 18% em relação ao efetivo do carnaval no ano passado. Desse total, 3.662 são policiais militares, 835 são bombeiros, 492 são policiais civis e outros 58 são servidores da Polícia Científica.

Além do aumento do número de jornadas, houve, também, acréscimo de 28,5% nos recursos destinados à segurança durante o carnaval, ainda de acordo com a SDS. Ao todo, serão R$ 9 milhões para reforçar as escalas dos policiais e a infraestrutura para atender ao público, segundo o governo estadual.

Reforço na segurança da mulher

De acordo com o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, uma das novidades para o carnaval de 2018 é o monitoramento das equipes de patrulhamento a pé através de GPS e o reforço em delegacias da mulher.

 

“Durante o carnaval, haverá delegacias da mulher funcionando 24 horas no Recife e em Olinda. Também teremos uma representante da Secretaria da Mulher com assento permanente no Centro de Comando e Controle, para facilitar o atendimento às vítimas de agressão”, garantiu o titular da pasta em entrevista à GloboNews. 

Pádua se refere ao Centro de Comando e Controle Regional, que concentra órgãos operacionais para monitorar os focos da folia através de câmeras. O espaço funciona de maneira ininterrupta, das 18h da sexta-feira que antecede o carnaval, 9 de fevereiro, às 18h da Quarta-feira de Cinzas (14).

Deixe uma resposta