• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Aniversário do Recife terá dois dias de programação. Olinda também festeja

Foto: Cultura Digital

Via Diário de Pernambuco

As comemorações dos 481 anos do Recife começaram neste domingo (11) com o Recife Antigo de Coração Especial de Aniversário que vai oferecer diversas atividades esportivas e culturais a partir das 8h, e às 18h, o espetáculo O Boi Voador, que vai transformar a Avenida Rio Branco em um grande teatro ao ar livre. A festa continua na segunda-feira, com o tradicional corte de bolo, com direito a fogos e programação cultural.

Dirigida por José Pimentel e Ruy Aguiar, O Boi Voador evocará durante a encenação quando da inauguração da então Ponte do Recife, hoje conhecida como Ponte Maurício Nassau, obra custosa, que demorou para ficar pronta e consumiu até recursos pessoais de Nassau. No dia de seu lançamento, o conde, de tão satisfeito, prometeu fazer um boi voar sobre a ponte. E, para a surpresa dos muitos presentes, que até pagaram para ver de perto tamanha proeza, ele cumpriu. 

Na hora marcada, o desajeitado ruminante alado, feito de couro empalhado, irrompeu os céus da colônia, suspenso por cordas e movido por roldanas, levando o público às gargalhadas. Ninguém, no entanto, divertiu-se mais que o próprio Nassau, que apurou, já na inauguração da ponte, o generoso montante de 1.800 florins de pedágio.

Ao longo do domingo, o Recife Antigo de Coração Especial de Aniversário garante ainda diversas atividades esportivas e culturais que movimentarão o Recife Antigo. A ciclofaixa funcionará nas ruas Bom Jesus e Barbosa Lima. Haverá ainda aluguel de patins e bikes, além de espaços para a prática de mini futebol, badminton, vôlei, skate e outros esportes. O showbol aparece como novidade nesta edição. É um tipo de futebol, onde a particularidade, é que a bola se mantém no jogo de forma quase permanente. O público contará ainda com Pólo Cervejeiro, Pólo Afro e shows no Marco Zero, que receberá o Maracatu Nação Cabinda Estrela, o Boi Faceiro e Bumba Meu Boi, o Caboclinho Tapuia Canindé, desfile dos bonecos gigantes com orquestra de frevo, além do Bloco Lírico Cordas e Retalhos.

Outro presente que os moradores e visitantes ganham durante as comemorações dos 481 anos do Recife é o novo letreiro da cidade, que está sendo revitalizado pela Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer. O nome Recife será grafitado por Vacilantes, Manoel Quitério, Raffa Mattos, Maria Filó, Mila Cavalcanti e Raoni, sendo cada letra uma homenagem a um ícone da cultura pernambucana.

Ainda neste domingo, a cultura pernambucana será celebrada do outro lado da cidade, com a entrega dos troféus dos vencedores do Concurso de Agremiações 2018. A solenidade será no Teatro Barreto Júnior, a partir das 15h.

Na segunda-feira (12), as comemorações dos 481 anos do Recife continuam no bairro que serviu de cenário aos primeiros capítulos dessa história. A partir das 15h, no Boulevard Rio Branco, desfilam os vencedores do Grupo Especial do Concurso de Agremiações do Carnaval 2018.

Ao todo, irão se apresentar 33 agremiações: as primeiras, segundas e terceiras colocadas das categorias Troças Carnavalescas, Clubes de Frevo, Clubes de Boneco, Blocos de Pau e Corda, Maracatus de Baque Solto, Maracatus de Baque Virado, Caboclinhos, Tribos de Índios, Bois de Carnaval, Ursos (La Ursa) e Escolas de Samba.

A partir das 19h, no palco montado na esquina da Rua Dona Maria César com a Boulevard Rio Branco, a festa será comandada pela Família Salustiano, banda formada pelos filhos, netos e agregados do Mestre Salu, que irão celebrar o Recife com coco, ciranda, cavalo marinho, maracatu, frevo e todos os ritmos que fazem da capital pernambucana uma cidade especialista em festa. 

Bolo também não vai faltar. A mais saborosa das tradições do aniversário do Recife terá 400 kg e será distribuída ao público em 3.500 fatias individuais. Na preparação, serão usados 52 kg de margarina, 72 kg de açúcar, 704 ovos, 26 kg de chocolate, 79 kg de farinha de trigo, 2 kg de fermento. A produção do bolo demandará a mão de obra de sete pessoas, dividas em dois turnos de trabalho durante dois dias.

Olinda

Na Cidade Patrimônio Histórico da Humanidade, os festejos ocorrerão a partir das 6h de segunda-feira (12). Os sinos das igrejas vão replicar no Sítio Histórico. Também estão previstas atividades esportivas, na orla de Bairro Novo, a partir das 8h. Os shows começam à tarde e seguem até às 19h, quando ocorrerá o corte do bolo, na Praça do Carmo.

Deixe uma resposta