• Conheça os pontos turísticos de Paulista

70% dos brasileiros são contra as privatizações

 

Pesquisa do instituto Datafolha, divulgada nesta 3ª (26.dez.2017), revela que 7 em cada 10 brasileiros são contrários a privatização de estatais. A maioria (67%) da população também vê mais prejuízos que benefícios na venda de companhias brasileiras para grupos estrangeiros.

Em todos os cenários e recortes analisados a oposição a privatizações predomina. O único cenário em que a ideia é aceita pela maioria é entre aqueles com renda superior a 10 salários mínimos por mês, dos quais 55% se disseram favoráveis.

A aceitação diminui conforme cai a renda familiar mensal. Entre os que ganham até 2 salários mínimos, 13% são a favor. Para realizar a pesquisa, foram ouvidas 2.765 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

TAXA POR REGIÃO

Os moradores do Norte e do Nordeste são os mais resistentes a privatizações —com taxas de 78% e 76% de reprovação, respectivamente—, enquanto os do Sudeste são os que melhor aceitam a ideia: são 67% contrários e 25% a favor.

ENTRE OS PARTIDOS

As privatizações também sofrem resistência de eleitores de partidos políticos que, tradicionalmente, defendem a venda de estatais. Entre quem aponta como partido de preferência o PSDB —que historicamente apoiou e promoveu desestatizações—, 55% disseram ser contrários à proposta, e 37%, à favor.

GOVERNO TEMER

Entre os que avaliam o governo de Michel Temer como bom ou ótimo, o placar é mais apertado, mas a maioria (51%) também se opõe. O governo vem promovendo uma série de projetos de privatizações, encabeçados pelo Secretário Geral da Presidência, Moreira Franco.

A alta taxa de rejeição é uns dos principais entraves para as desestatizações que o governo pretende concluir até o fim de 2018. A privatização da Eletrobras é a maior delas.

A privatização da Petrobras —tema já levantado por ministros e pré-candidatos à Presidência— também é fortemente rechaçada pela maior parte da população: 70% disseram ser contrários, e 21%, à favor. Os demais não souberam responder ou se disseram indiferentes.

Uma possível participação de capital estrangeiro na Petrobras tem uma rejeição ainda maior: 78% se disseram contra, e 15%, a favor.

TEMA ELEITORAL

Nas eleições de 2018, o tema deverá ganhar destaque, porém, a resistência de eleitores é clara, e não se restringe a candidatos de esquerda. Os menos resistentes são aqueles que declararam voto em Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSC).

Em 2 cenários pesquisados, 1 com e outro sem Lula (PT), o apoio a privatizações varia de 31% a 36% entre os potenciais eleitores.

Os que declararam voto no petista são os que mais rechaçam as privatizações. A rejeição foi de 80% para a venda de estatais em geral e de 76% para a venda da Petrobras.

Deixe uma resposta