• Conheça os pontos turísticos de Paulista

Mais de 30% dos eleitores faltam cadastrar biometria em Pernambuco

Foto: TRE/Divulgação

Via G1 Pernambuco

Dos 30 municípios pernambucanos onde ocorre o cadastramento biométrico no ciclo 2017-2018, oito cidades aguardam mais de 30% dos eleitores realizarem o procedimento, que identifica o eleitor pelas impressões digitais. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), o baixo comparecimento do eleitorado preocupa em quatro localidades, sendo três no Grande Recife (São Lourenço da Mata, Cabo de Santo Agostinho e Camaragibe) e um da Zona da Mata Sul (Ribeirão), todas com o mesmo prazo de encerramento: dia 27 de março de 2018. 

Segundo dados divulgados pelo TRE-PE nesta quinta-feira (11), a situação mais crítica se encontra no Cabo, onde faltam 58,43% dos eleitores fazerem o cadastramento. No município, 96.761 dos 162.214 eleitores foram cadastrados. Em seguida, vem a cidade de Ribeirão, onde 19.282 dos 32.264 eleitores realizaram o procedimento, o que equivale a 59,55%.

Em terceiro lugar nos percentuais mais baixos do cadastramento da impressão digital, aparece Camaragibe, onde, dos 122.313 eleitores, 74.951 compareceram ao cartório eleitoral, correspondendo a 60,37%. A lista continua com São Lourenço da Mata, que cadastrou 51.250 dos 79.339 eleitores, o que representa 63,45%.

A pouca procura pelo cadastramento biométrico também é registrada nos municípios de Gameleira, na Zona da Mata Sul, onde 64,98% dos eleitores tiveram a biometria cadastrada; em Carpina, na Zona da Mata Norte, com 65,53% de eleitores atendidos; Lagoa do Carro, também na Mata Norte, com 67,46%; e São José do Egito, no Sertão, com 68,47%. 

O eleitor que não fizer o cadastramento biométrico terá o título cancelado e não poderá votar nas eleições de outubro de 2018, quando serão escolhidos presidente, senadores, deputados estaduais e federais, além de sofrer outras punições. “Ele também não vai poder se candidatar a nenhum cargo eletivo; caso seja aprovado em concurso público, não vai poder assumir cargos públicos; em universidades públicas, dificilmente vai conseguir a matrícula porque será exigida a quitação do documento eleitoral”, explica Eduardo Lucas, coordenador de biometria do TRE-PE.

O agendamento para o cadastramento biométrico é feito no site do TRE-PE. O Tribunal orienta que o eleitor faça o agendamento, mas informa que faz o atendimento mesmo sem marcação prévia – a pessoa pode ter que aguardar um pouco mais do que quem agendou, mas será atendida.

Confira a relação dos municípios pernambucanos que estão com cadastramento biométrico:

Cadastro biométrico em PE

MunicípioEleitores cadastradosPrazo
Tracunhaém88,73%26/01/2018
Pombos88,71%28/02/2018
Buenos Aires88,53%12/01/2018
Machados85,93%16/02/2018
Vertente do Lério84,38%26/01/2018
Agrestina80,73%27/03/2018
Belém de São Francisco80,22%27/03/2018
São José do Belmonte79,82%27/03/2018
Casinhas79,66%27/03/2018
Riacho das Almas79,43%27/03/2018
Exu79,20%27/03/2018
Barra de Guabiraba77.77%09/02/2018
Sairé76,49%27/03/2018
Cortês76,38%26/01/2018
Chã de Alegria75,30%09/02/2018
Xexéu73,84%26/01/2018
Frei Miguelinho73,43%02/03/2018
Triunfo73,16%27/03/2018
Surubim73,02%27/03/2018
Bodocó73,01%27/03/2018
Flores72,37%27/03/2018
Mirandiba70,68%27/03/2018
São José do Egito68,47%27/03/2018
Lagoa do Carro67,46%27/03/2018
Carpina65,53%27/03/2018
Gameleira64,98%27/03/2018
São Lourenço da Mata63,45%27/03/2018
Camaragibe60,37%27/03/2018
Ribeirão59,55%27/03/2018
Cabo de Santo Agostinho58,43%27/03/2018

Deixe uma resposta